Sociedades de Advogados são “estupidamente castigadas por Regime Fiscal Anacrónico” – Entrevista JNegócios

Sociedades de Advogados são “estupidamente castigadas por Regime Fiscal Anacrónico” – Entrevista JNegócios

“Ao Negócios, o fiscalista João Espanha explica que estão em causa sobretudo dois problemas: o desincentivo ao aumento dos capitais próprios da sociedade com lucros não distribuídos, pois têm que suportar impostos sobre os mesmos, sem que deles beneficiem directamente; e a desigualdade na concorrência com os colegas de sociedades de advogados estrangeiras, que beneficiam de um regime fiscal mais “amigo”.

Entrevista a João Espanha, consulte aqui.